Menú

INCENTIVO

Agricultura familiar: governo de SP vende sementes de soja e milho por 20% do preço

Projeto em fazenda quadriplica a oferta e comercializa saco de 20 quilos por R$ 90. Saiba onde e como comprar

A oferta de sementes de milho e soja para agricultores familiares paulistas mais que quadriplicará na fazenda Ataliba Leonel, em Manduri. A área da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo espera produzir, em 2017, 87.500 sacos de sementes - ante os 21 mil de 2016. Segundo o secretario de Agricultura e Abastecimento do estado, Arnaldo Jardim, o produtor vai poder comprar as sementes pagando 20% do preço praticado no mercado.

O aumento se deve a um investimento no valor de R$ 3 milhões feito neste ano pelo governo do estado. A verba foi utilizada para aquisição de equipamentos e insumos e a revitalização da fazenda do Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes (DSMM) da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) da Pasta.

Para 2018, espera-se aumentar ainda mais a produção e alcançar 121 mil sacos. Atualmente, a Ataliba Leonel desenvolve em seus 3.300 hectares a cultura de 490 hectares de soja e 470 hectares de milho.

A produção do departamento auxilia a agricultura familiar por oferecer preços menores: um saco de 20 quilos de semente de milho no mercado tradicional custa em média R$ 500. O produtor que adquire nas unidades da Cati as produzidas pelo governo paulista paga 20% deste valor: R$ 90. Para serem comercializadas, elas passam por análise laboratorial, sendo que apenas as que apresentam mais de 85% de germinação vão para venda.

Informações sobre a venda de mudas e sementes pela Cati podem ser consultadas neste site.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia