Menú

PRODUÇÃO

CitrusBR: safra 48% maior ajudará a repor estoques sem gerar excedente

A entidade não informou o volume de laranja que deve processar em 2017/18, mas o mercado avalia que o processamento deve ficar entre 200 milhões e 210 milhões de caixas

A Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR) informou nesta sexta-feira, 19, que, em uma estimativa inicial, a safra de 364,4 milhões de caixas (de 40,8 kg) de laranja em 2017/18, 48% superior à de 2016/17, deve elevar os estoques de suco da fruta das companhias brasileiras ao fim do próximo período, em 31 de junho de 2018, para entre 200 mil e 300 mil toneladas.

O volume, apesar de até quatro vezes maior que o total de 70 mil toneladas estimado na passagem entre a atual e a próxima safra, em 1º de julho deste ano, deve apenas ajudar a repor estoques sem gerar excedentes, segundo a associação.

"O ciclo da cadeia do suco de laranja é muito longo, por isso acreditamos que teremos um equilíbrio nos estoques nos próximos 12 a 18 meses", afirmou o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto. Segundo ele, uma previsão mais acurada será possível após o acompanhamento do desenvolvimento dos frutos ao longo dos próximos meses e variáveis como rendimento industrial - a quantidade de frutas necessárias para a fabricação de 1 tonelada de suco de laranja -, o consumo interno de fruta, a demanda por suco, e a confirmação do próprio volume de estoque de passagem.

Segundo a CitrusBR - que reúne Cutrale, Citrosuco e Louis Dreyfus Company (LDC) -, as companhias associadas processaram um total de 185,5 milhões de caixas de laranja em 2016/17, queda de 22,8% sobre as 240,4 milhões de caixas processadas em 2015/16. A entidade não informou o volume de laranja que deve processar em 2017/18, mas o mercado avalia que o processamento deve ficar entre 200 milhões e 210 milhões de caixas.

O rendimento industrial em 2016/17 totalizou 286,7 caixas necessárias para a fabricação de 1 tonelada de suco concentrado congelado equivalente (FCOJ equivalente). Esse rendimento foi 5,2% superior ao do período anterior, de 302,2 caixas/tonelada de FCOJ equivalente, mas o segundo pior da série histórica iniciada em 2000/01.

A produção total de suco na safra 2016/17 das indústrias associadas à CitrusBR foi de 648 mil toneladas, 18,4% inferior à safra 2015/16. A entidade estima, ainda, que as indústrias não associadas localizadas no cinturão citrícola de São Paulo e Minas Gerais processaram 16,3 milhões de caixas de laranja e produziram 53,9 mil toneladas, o que geraria uma oferta de 701,9 mil toneladas de FCOJ equivalente na região.

Se somado a esse total um volume de 13,8 mil toneladas oriundo dos Estados do Paraná e do Rio Grande do Sul, a oferta total de FCOJ equivalente na safra 2016/17 foi de 715,7 mil toneladas. 

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia