NOVIDADE

Embrapa lança cultivar de maracujá silvestre BRS Pérola do Cerrado, que dá frutos o ano inteiro

Por se tratar de um maracujá silvestre, a fruta apresenta alta resistência a pragas e doenças

A primeira cultivar de maracujazeiro silvestre registrada e protegida no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a BRS Pérola do Cerrado, foi lançada nesta sexta, dia 24, pela Embrapa Cerrados, localizada em Planaltina (DF). Um dos grandes diferenciais é que a cultivar dá frutos o ano inteiro. O primeiro ciclo de seleção dessa variedade foi feito em 1994 e, após quase 20 anos de pesquisas, a Embrapa disponibiliza a cultivar para a sociedade.

Ao longo desse período de estudos, a produtividade da espécie foi triplicada. Os frutos, quando maduros, têm coloração verde-claro e amarelo-claro com seis listras longitudinais verde-escuras. Por se tratar de um maracujá silvestre, apresenta alta resistência a pragas e doenças (virose, bacteriose, antracnose, verrugose) e morte precoce, característica importante para os cultivos em sistemas orgânicos.

O sabor da variedade é suave e o tamanho do fruto também é diferente do maracujá convencional.

- Digo que a aceitação é 99%. Quem prova, gosta. Quando não tem na banca, eles pedem: Cadê o maracujá do sono? - comenta a produtora Leda da Silva Gama.

Leda integra o grupo de produtores que participou da pesquisa da Embrapa. A produção da fruta começou há quatro anos e, agora, já é uma atividade rentável.

-  Por ser uma cultivar resistente, bem rústica, ela nos onera menos do que o maracujá comum - acrescenta a produtora.

Os pesquisadores realizaram melhoramento genético de diferentes origens de Passiflora setacea, uma das duzentas espécies de maracujá silvestre existentes no Brasil. A fruta pode ser consumida in natura e ainda passar por processos industriais, resultando em geleias, bolos, sucos e sorvete.

- É um fruto que pode ser usado integralmente. Nós desenvolvemos tecnologias para aproveitamento da casca, da fibra da casca, do óleo, da semente, da popa, ramas e folhas - pontua a pesquisadora de biotecnologia da Embrapa, Ana Maria Costa.

A Pérola do Cerrado tem potencial de produtividade três vezes maior que o maracujá comercial, já que pode ser cultivado o ano inteiro. Na região Centro-Oeste, a variedade tem produzido de 10 a 25 toneladas por hectare, o que representa 15 quilos de fruta por planta ao ano.

- O interessante é que o produtor de maracujá convencional não vai parar de produzir. Ele vai abrir uma pequena área na propriedade para plantar esse maracujá e aumentar a fonte de renda. A fruta pode ser produzida o ano inteiro, inclusive na entressafra - acrescenta o pesquisador Fábio Gelape Feleiro.

O produtor interessado pode buscar informações sobre a compra de mudas no site da Embrapa.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia