SANEAMENTO RURAL

Saiba como construir uma fossa séptica biodigestora

Técnica permite o tratamento dos resíduos com menor custo para o produtor

O uso de fossas no tratamento de resíduos é uma prática bastante comum na agricultura familiar. O processo, porém, traz riscos de contaminação da população rural por doenças veiculadas pela urina, fezes e água, como hepatite, cólera, salmonelose, entre outras.

O uso de fossas sépticas biodigestoras, técnica desenvolvida pela Embrapa Instrumentação, garante o saneamento básico nas áreas rurais, pois permite o tratamento das fezes e da urina depositadas no vaso sanitário das residências. Isso é feito por meio da chamada biodigestão. O processo é bastante antigo: a primeira unidade foi instalada em Bombaim, na Índia, em 1819. A China possui 4,5 milhões de biodigestores que produzem gás e adubo orgânico, sendo que a principal função é o saneamento no meio rural.

Ao final do processo de biodigestão, é produzido um adubo natural líquido, sem cheiro desagradável nem vermes nocivos à saúde humana e ao meio ambiente. O sistema tem como vantagem tratar o esgoto sanitário com baixo custo para os produtores. Ele pode ser utilizado para fertilizar e irrigar o solo, contribuindo para melhorar a qualidade do solo e também a renda dos agricultores.

Veja como construir uma fossa séptica biodigestora:

Tire suas dúvidas sobre a instalação da fossa biodigestora:


Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia