Menú

CUIDADOS

Veja dicas para deixar ovinos saudáveis para a estação reprodutiva

Especialista dá dicas sobre alimentação e cuidados veterinários para aumentar o desempenho do rebanho durante a estação de monta

Criadores de ovino começam neste mês a preparar os animais para chegarem fortes e sadios no período da reprodução, que começa no fim de fevereiro e vai até abril. No Rio Grande do Sul, especialista dá dicas para deixar os animais prontos para a estação de monta e conseguir o melhor resultado para o rebanho e evitar prejuízos.

Com 108 hectares de área e cerca de 40 animais puros de origem da raça Texel, a cabanha localizada em Osório se prepara para iniciar a estação de monta, conforme relata o produtor Leonardo Marques. “Estamos na época de colocar as ovelhas em cria, para cobertura, que ocorre até abril. O nascimento ocorre cinco meses depois, quando os nossos animais são preparados para a nossa principal feira, que é a Expointer, onde realizamos vendas em casa e em outras feiras menores no interior do estado”, disse.

O veterinário João Júnior explica que é preciso alguns cuidados para que as fêmeas estejam preparadas para dar as crias com qualidade e tranquilidade. “Temos um cuidado anual para que tanto ovelhas quanto reprodutores cheguem nessa época sadios. Esse cuidado se intensifica em alguns pontos específicos, como o manejo nutricional, no qual conseguimos ter um ganho de produtividade de 1/3 a mais na propriedade, o que é bem interessante. Nós também corrigimos o sal mineral, pois  dependendo do tipo de alimentação, se coloca um sal mineral específico para a estação reprodutiva.”

O veterinário também falou sobre o casqueamento específico para a reprodução, onde há um trabalho preventivo para não precisar mexer neles posteriormente.

Macho

O produtor deve se preocupar também com os machos para que a cobertura ocorra com sucesso. “Os carneiros também recebem uma nutrição especial, não deixando eles com excesso de carboidrato, de milho, pois isso pode prejudicar o sêmem. Se faz um exame de epididimite, brucelose ovina para que não passe para as matrizes. Nesse período, fazemos exames físicos e hemograma para ter certeza de que ele está apto a estar com as ovelhas”, ressaltou o veterinário.

João Júnior sugere um teste de sêmen para avaliar a motilidade, o vigor e a morfologia dos espermatozóides. Na avaliação dos testículos, por outro lado, é possível chegar a consistência e checar se há alguma cicatriz ou inflamação.

Há ainda a avaliação dos olhos para ver se a mucosidade está sadia e também verificar se o animal não tem anemia ou verminose. Por fim, os dentes são avaliados para que o animal possa se alimentar bem durante a preparação.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia