Menú

CONSOLIDADO

ABPA: exportações de carne suína devem encerrar 2017 com queda de 5,4%

Sobre a produção, a perspectiva para o consolidado de 2017 é de 3,759 milhões de toneladas de carne suína, aumento de 0,7% ante as 3,731 milhões de toneladas de 2016

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) projetou nesta quarta-feira, dia 13, que as exportações brasileiras de carne suína devem terminar o ano de 2017 com um total de 693 mil toneladas embarcadas, queda de 5,4% na comparação com o registrado no ano passado (732 mil t).

De janeiro a novembro, as exportações de carne suína totalizam 635 mil toneladas (menos 5,8% ante 2016), para uma receita cambial de US$ 1,499 bilhão (mais 9,8% em comparação com o ano passado). No período, os embarques para os países da Ásia recuaram 21%. Em entrevista coletiva nesta manhã de quarta-feira, em São Paulo, o vice-presidente da ABPA, Ricardo Santin, afirmou que a produção doméstica em importantes compradores, como China e Hong Kong aumentou, o que limitou a importação desses países.

Sobre a produção, a perspectiva para o consolidado de 2017 é de 3,759 milhões de toneladas de carne suína, aumento de 0,7% ante as 3,731 milhões de toneladas de 2016. Já em relação ao consumo, a expectativa é de alta de 1,7% neste ano, passando de 14,4 quilos per capita em 2016, para 14,7 quilos per capita.

Para 2018, a ABPA estima que a produção de suínos do País deve crescer de 2% a 3% e o volume exportado deve crescer de 4% a 5%.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia