Paste this at the end of the

tag in your AMP page, but only if missing and only once.

ECONOMIA

Déficit primário em relação ao PIB em 2024 passa de 0,70% para 0,71%, prevê Focus

Para 2025, o déficit primário esperado pelo mercado passou de 0,67% para 0,60%

boletim focus
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Relatório de Mercado Focus revisou a projeção de rombo fiscal de 2024, que oscilou para cima. Para o déficit primário em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, a mediana passou de 0,70% para 0,71%, de 0,70% de um mês atrás.

O relatório bimestral de despesas e receitas divulgado em maio revisou o resultado primário para um déficit de R$ 14,5 bilhões (0,1% do PIB). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já avisou que o governo “dificilmente chegará à meta zero”, até porque o chefe do Executivo “não quer fazer cortes em investimentos e obras”.

Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o Canal Rural no WhatsApp!

Já a estimativa do Focus para o déficit nominal em 2024 passou de 7,04% do PIB para 7,20%, ante 6,90% do PIB de um mês. O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após o gasto com juros e outras despesas financeiras.

A estimativa para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2024 passou de 63,65% para 63,68%, de 63,80% de um mês atrás.

Para 2025, o déficit primário esperado pelo mercado passou de 0,67% para 0,60% do PIB, ante 0,63% de um mês atrás. O novo arcabouço fiscal aprovado no ano passado previa uma meta de superávit primário de 0,5% do PIB no próximo ano, mas o governo alterou a meta para 0% do PIB no projeto de lei de diretrizes orçamentárias (PLDO) para o próximo ano.

O déficit nominal projetado para 2025 passou de 6,39% do PIB para 6,44%, ante 6,30% de um mês atrás. A estimativa para a dívida líquida no próximo ano seguiu em 66,50% do PIB, mesmo patamar de quatro semanas antes.

Sair da versão mobile