SÉRIE ESPECIAL

Diferença entre chácara, sítio, rancho e fazenda é uma questão cultural

Segunda reportagem da série Campo Sob Medida mostra que as definições destes tipos de propriedades não são de ordem técnica

Você mora em uma fazenda, chácara, estância ou rancho? As áreas rurais no Brasil recebem diversos nomes diferentes, antigamente, o que determinava o título era o tamanho da área. A segunda reportagem da série Campo Sob Medida, do Jornal da Pecuária, mostra a diferença dessas propriedades.

No município de Uberaba, no Triângulo Mineiro, o tamanho e a localização da área em relação às cidades são os principais responsáveis por essas denominações. Segundo o secretário de Agricultura e Pecuária do município, Danilo Siqueira Campos, a chácara é uma pequena propriedade perto da cidade, com no máximo cinco mil metros. 

De acordo com Campos, o sítio é um pedaço de terra um pouco maior que a chácara e mais afastado da cidade.

- O sítio já é maior que a chácara, fica fora das imediações da cidade, e tem até 10, 15, 20 hectares. São de pessoas que moram na cidade e no fim de semana praticam uma atividade rural - diz o secretário. 

O corretor de imóveis Agnaldo Bisinoto destaca que o rancho é uma propriedade que lembra lazer.

- O rancho na nossa região é sempre perto do rio ou lago, é um local de lazer. É a casa de praia de quem não tem mar - diz.

Segundo Bisinoto, se não for chácara, sítio ou rancho, já é uma fazenda. O certo mesmo é que essas denominações são determinadas pela cultura e mudam de acordo com a região do país.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia