Menú

BELEZA E HABILIDADE

Conheça a modalidade mais elegante das competições de quarto de milha

western pleasure é uma modalidade que coloca em julgamento o passo, trote e galope do cavalo e a habilidade do montador em manter a calma e o controle completo

A 38ª Exposição de Cavalos da Raça Quarto de Milha da Associação Brasileira de Quarto de Milha (ABQM), realizada em Avaré, no Interior de São Paulo, conta com diversas competições, mas uma em especial chama a atenção pela a elegância dos participantes e beleza da atuação do animal. A Western Pleasure coloca em julgamento o passo, trote e galope do cavalo e a habilidade do montador em manter a calma e o controle completo.

Para quem olha de fora, a Western Pleasure parece ser uma prova mais fácil do que as demais, já que cavaleiro e cavalo não parecem fazer esforços na pista. Mas, para parecer o mais leve possível, os conjuntos precisam estar na mais perfeita harmonia, fazendo com que o animal receba os comandos de maneira praticamente imperceptível.

“Quanto menos comando melhor. Às vezes, damos um comando de voz muito baixinho, quase que um pensamento, pois quanto mais a gente estiver interagindo cavalo e cavaleiro melhor será para a apresentação”, disse a competidora Letícia Farina Candido de Oliveira.

O western pleasure é muito tradicional nos Estados Unidos, que possui uma linhagem de cavalos para a prova. No Brasil, a modalidade vem crescendo a cada ano. “Western pleasure é o prazer de montar o cavalo. Então é uma prova de passo, trote e galope. Galope, trote, passo e recuo”, comentou o treinador Gilson Vendrame.

Esta é uma das provas mais elegantes do quarto de milha e competidora. Kiki Benevides venceu em quatro categorias do western pleasure, sempre montada com roupa e maquiagem caprichada para dar um toque especial. “A prova técnica tem todo um show, como a apresentação do figurino. É prazeroso você olhar o cavalo fazer manobras maravilhosas e ter um figurino lindo ao mesmo tempo” disse.

Kiki venceu com a égua Mary Six Cash. Antes o animal competia na prova de tambor, mas é no western pleasure que a égua consegue melhores resultados.  “A docilidade ajuda muito, porque é como sair para passear com o cavalo e não adianta nada passear com um cavalo agitado e nervoso, querendo correr. Você gosta de passear com um cavalo tranquilo, à vontade”, disse Kiki.

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia