Menú

CRISE POLÍTICA

Entenda o que acontece se Temer sair da presidência

Conheça todos os cenários possíveis caso o presidente Michel Temer deixe o posto 

O cenário político brasileiro amanheceu em crise após as acusações contra o presidente Michel Temer. Ainda não se sabe os próximos passos, mas já é possível analisar todos os cenários possíveis em relação ao líder. 

Canal Rural conversou com o advogado constitucionalista Dircêo Torrecillas Ramos, que esclareceu alguns pontos. 

Outro impeachment? 

Existe a possibilidade de um novo processo. Se for determinado que Temer cometeu crime de responsabilidade, o presidente enfrentaria um novo julgamento. Vale destacar que a oposição já protocolou pedidos de impeachment. 

Pode haver investigação? 

Sim. Caso for comprovada a participação de Temer, ele pode ser investigado e responsabilizado porque o ato foi feito na função de presidente. Seria o crime de responsabilidade e o de obstrução do judiciário, ou pelo menos uma interferência. A Câmara teria que autorizar, e o Senado julgar. Se ele admitir a acusação, ele já é afastado. 

Ainda tem o crime comum. Se for o caso, o procurador-geral já deve denunciar diretamente no Supremo Tribunal Federal (STF). Se o STF receber ele também será afastado.  

E se Temer realmente sair? 

Em caso de renúncia ou cassação deverá ser convocada uma eleição indireta 30 dias após a abertura da vaga. Assim, deputados e senadores escolheriam o novo presidente do Brasil. O escolhido cumpriria o mandato até o fim de 2018.

Pode ter eleição direta? 

Pode haver a instauração de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), o que permite eleições diretas. 

Dircêo Torrecillas Ramos, no entanto, acredita que a atitude seria “casuística”. 

“É muito casuístico mudar a constituição quando o caso está aí. Tinha que ter mudado antes. O que adianta fazer direta com todos esses envolvidos?”, aponta. 

Quem assume? 

Caso Temer saia, o próximo seria o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O segundo na linha sucessória é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Caso nenhum dos dois assuma, o cargo fica com a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia. 

Nome:

Email:

Deixe um comentário:

Escreva os números da imagem:

últimas notícias

Previsão para hoje -


▲ Máx
▼ Min




Confira a previsão dos próximos dias

Fonte: Somar Meteorologia