COTAÇÕES

Soja: com cenário externo favorável, Chicago esboça recuperação técnica

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com baixa de 11,75 centavos de dólar, ou 0,99%, a US$ 11,74 por bushel

caminhão soja ceagesp
Foto: Divulgação Faesp

Os contratos da soja em grão registram preços mais altos nas negociações da sessão eletrônica na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). O mercado tenta buscar um movimento de recuperação técnica, diante da sua recente rotina de perdas. As cotações recebem suporte do cenário externo mais favorável, com o dólar caindo frente a outras moedas correntes, o petróleo subindo em Nova York e as bolsas de valores europeias operando no positivo.

Os contratos com vencimento em maio operam cotados a US$ 11,76 3/4 por bushel, alta de 2,75 centavos de dólar, ou 0,23%, em relação ao fechamento anterior.

Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o Canal Rural no WhatsApp!

Ontem (03), a oleaginosa fechou com preços mais baixos. O dia foi de volatilidade, mas ao final da sessão predominou o impacto negativo do cenário fundamental sobre as cotações.

A sinalização inicial é de que os produtores americanos cultivarão mais soja e menos milho, indicando aumento na oferta americana. Esse sentimento adicionou pressão sobre as cotações desde a divulgação dos números de intenção de plantio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na quinta, 28).

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com baixa de 11,75 centavos de dólar, ou 0,99%, a US$ 11,74 por bushel. A posição julho teve cotação de US$ 11,87 3/4 por bushel, com perda de 11,75 centavos ou 0,97%.