CENÁRIO

Mercado do boi encerra a semana com preços acomodados; veja

O mercado físico do boi gordo brasileiro voltou a apresentar preços acomodados ao longo desta sexta-feira (2)

boiada gado bovino arroba do boi gordo carne bovina
Foto: Wenderson Araujo/CNA

O mercado físico do boi gordo brasileiro voltou a apresentar preços acomodados ao longo da sexta-feira (2).

O consultor de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, destaca que a demanda ao longo da primeira quinzena de fevereiro é um fator fundamental, visando o enxugamento dos estoques de carne e a possível recuperação dos preços no atacado.

“Outro aspecto a ser mencionado é que o mercado tende a apresentar maior lentidão nos negócios durante a semana do Carnaval. O pecuarista ainda encontra boas condições para cadenciar o ritmo dos negócios, em linha com a situação das pastagens que ainda permitem a adoção desse tipo de estratégia”, comenta.

Preços do boi gordo

  • São Paulo (Capital): R$ 239
  • Goiânia (GO): R$ 230
  • Uberaba (MG): R$ 240
  • Dourados (MS): R$ 231
  • Cuiabá (MT): R$ 210

Atacado

O mercado atacadista também apresentou acomodação em seus preços ao longo da sexta-feira. “O ambiente de negócios ainda sugere alta nas cotações ao longo da primeira quinzena do mês, período marcado pela entrada dos salários na economia, motivando a reposição entre atacado e varejo, contribuindo para reduzir os estoques de carne”, avalia Iglesias.

O quarto traseiro segue cotado a R$ 18,00 por quilo. A ponta de agulha ainda é precificada a R$ 12,50 por quilo. O quarto dianteiro ainda é precificado a R$ 12,60 por quilo.