ENTREVISTA

Produção sustentável: Mesa Brasileira da Pecuária investe em boas práticas de manejo

Hoje, os consumidores estão cada vez mais interessados não apenas na qualidade do produto

pecuária, gado , paraná
Foto: Gilson Abreu/AEN

A Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável tem se dedicado a promover o bem-estar animal em toda a cadeia de produção. Em entrevista, Marcelo Ferreira, coordenador de bem-estar animal da organização sem fins lucrativos, explicou como as boas práticas de manejo e nutrição podem garantir não apenas o bem-estar dos animais, mas também a qualidade dos produtos e a certificação.

Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o Canal Rural no WhatsApp!

O grupo de trabalho da Mesa tem como objetivo fornecer recomendações aos produtores para melhorias nesse segmento. Ferreira destacou a importância de produzir um documento que auxilie toda a cadeia, desde produtores até frigoríficos e restaurantes, a implementar práticas de bem-estar animal.

Além disso, enfatizou o impacto positivo que essas melhorias têm no consumidor final. Hoje, os consumidores estão cada vez mais interessados não apenas na qualidade do produto, mas também em como ele foi produzido e qual o impacto no meio ambiente.

No entanto, Marcelo reconhece que ainda existem desafios a serem superados. Um dos principais é levar informações e capacitação adequadas para os produtores em todo o país. No entanto, ele ressalta que muitas vezes pequenas mudanças de manejo podem fazer uma grande diferença no bem-estar dos animais, sem a necessidade de grandes investimentos.

Para Marcelo, a implementação de políticas de bem-estar animal e de sustentabilidade garantirá não apenas uma melhor qualidade de produção, mas também uma valorização da marca da carne brasileira, tanto no mercado interno quanto externo. Ele destaca que, além do impacto positivo nos animais, essas práticas também podem resultar em ganhos financeiros para todos os envolvidos na cadeia de produção.